28 agosto 2006

Dança da Seduçao



A febre trouxe-me a lucidez
De cama vejo navios passarem.
Enquanto velejo
Aprendo a compreender a maré.

Um mau estar consome-me
Mas ainda há forças para esta dança.

Mudemos este primeiro passo
Que não seja amor!
Improvisemos um melodioso ritmo
Para dar início à dança da sedução.

Ilusão será amor,
Mágica será a dança da atracção!

Jurei amar em demasiados palcos
Como se certos ritmos
Pedissem esse passo acrobático.

Era necessário acreditar.

Agora o vento sacode-me a memória
Criando a necessidade de arriscar,
Criando a vontade de dançar.

Preciso de encontrar um novo par
Porque do passado só restam sombras...
Que a luz me ilumine de bem alto
Para que não seja possível delas me aproximar!

8 comentários:

Clara disse...

É necessário continuar a acreditar...

Alma Nova disse...

A paixão, a sedução, os passos de uma nova dança...tudo faz parte do amor. Basta acreditares que ele é possível!

Maria disse...

Passado, Presente, Futuro...será que exsitiram, que existem ou que irão existir? A Luz sim, essa está dentro de ti, basta um simples clique, e a estrada que agora parece escura e sombria, vai-se transformar numa pista onde a velocidade dos sentimentos irão fazer parte de momentos, esses sim o teu presente, esse que se vive em cada minuto de felicidade e contemplação de quem se ama, e de quem nos ama...

broken.heart disse...

Oi Cristina,
O passado deixa marcas
por vezes difíceis de ultrapassar.
Mas dele deves apenas tirar ensinamentos que te ajudem a viver o presente. Já não falo no futuro, pois esse ninguém o atinge.
Sê forte e volta a dançar.
Desmarra a dor e lança-te novamente ao Amor.
Bjocas

stela disse...

alturas houve em que pensei assim, deixei de acreditar... outras vieram depois lembrar-me que existo e que o amor pode estar em qualquer sítio, por vezes no mais improvável...
bj

koisas disse...

A tristeza pode sempre sobrevoar a sua cabeça, mas nunca a deixe fazer um ninho.

Loira disse...

Um comentário à loira: NEXT! Pra frente é o caminho... Bjs

Escreves mt bem :)

sniqper disse...

Ver os navios a passar é uma forma de vida, mas não é viver. Estar vivo é lutar, conquistar esses barcos, sem dó nem piedade. Se queres continuar a navegar na vida, assalta os barcos, expulsa a tripulação e toma conta do leme, e assim vais poder navegar para as águas que te vão trazer a paz na tua vida. Kisses minha amiga, estou cá usa e abusa de mim quando quiseres...