16 junho 2006



















Recordo os tempos em que chamava por ti no silêncio
Recordo quando as palavras se sobrepunham
À nossa realidade escura.
Assusta-me pensar em viver sem ti.
Já não é a tua mão que sinto
Mas sou feliz com esta enrolada à cintura.

2 comentários:

Anónimo disse...

A foto reflete um pouco aquilo que tu es...
Linda, serena,discreta... mas a isto tudo ainda junto amiga ,com mais cor e um enorme talento para a escrita.
O teu livro de poesia e pra quando :)? pensa nisso
Amiga nao deixes de escrever, o teu blog ja e visita obrigatoria :)
Beijo enorme

sniqper disse...

Recordar é bom, faz parte da vida, sejam boas ou más as coisas que recordamos. Por um lado trazem felicidade por outro a tristeza da felicidade perdida. Mas quem vive sem recordações é porque nunca viveu, andou por ai...