29 maio 2008

Mãos macias




Começo a habituar-me às tuas mãos macias
Vejo-te perto, para ficar.

Na tua direcção coro trémula
Tu és a imagem que desenhei para mim.

Nas imagens do passado encontro velhas fobias.

Contigo quero inventar uma nova melodia
sons em harmonia
a marcarem o ritmo dos nossos passos.

Bebo outros sabores
Um gosto que se entranha lentamente.

É como se já fizesses parte de mim.
(for Baby)

4 comentários:

O Profeta disse...

Sou!? Serei apenas um desalinhado?
Pensador fugitivo ao agreste sonho
Uma pedra pensante no meio da ilha
Meio Homem, meio Arcanjo, um ser bisonho


Boa semana


Mágico beijo

By Sniqper ® disse...

Numa viagem de sons e sabores, renasce a vida, em cada gesto...
E, num fluir de emoções, corpos soltos, transformam a vida numa dança, num ir e vir, sem parar, onde amar é a melodia que os leva sem parar...

Alma Nova ® disse...

Pega nas notas da vida e compõe uma nova sinfonia. Degusta os novos sabores, esquece velhos temores...renasce a cada instante de amor!

FB disse...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.